Escritório de Projetos

O maior e melhor conteúdo gratuito de gerenciamento de projetos do Brasil

O Scrum é um método ágil muito leve, talvez aí esteja a razão pela qual é o mais popular mundialmente falando. O Scrum não prescreve cargos e sequer uma hierarquia, ele dita que o Time Scrum é responsável pela entrega e que isso basta. No entanto, para que não existam conflitos de responsabilidade, ele divide os envolvidos no projeto em porcos e galinhas, conforme a fábula representada abaixo.

Papeis do Scrum

Um "porco" é alguém comprometido e responsável por determinada situação, por determinado artefato e por determinadas decisões dentro do dia a dia do Tim Scrum. Uma "galinha" é alguém apenas envolvido em determinada circunstância do projeto, ela contribui com seus ovos, não com a sua carne, tal qual como na fábula. Sendo assim, algumas pessoas ora vão ser galinhas, ora vão ser porcos, e desde que todos se respeitem, o projeto se desenrola sem maiores problemas de papéis.

Papéis estes que são apenas três no Scrum: Scrum Master, Product Owner e Time de Desenvolvimento.

Papeis do Scrum

O Scrum Master é o "porco" dos processos do time. É a pessoa responsável (e apenas uma por time) por garantir que todos estejam aderentes ao processo, sigam as suas regras, participem das suas cerimônias e usem seus artefatos corretamente. É quem ensina, educa e corrige tal qual como prescrito no Guia do Scrum, o livro oficial da metodologia. É quem puxa a melhoria contínua e ajuda a blindar o time dos demais stakeholders da empresa que também devem entender o seu papel. No que tange o desenvolvimento do produto ou os requisitos, o Scrum Master é apenas uma "galinha".

O Product Owner é o "porco" dos requisitos do projeto. É a pessoa responsável (e apenas uma por time) por manter um registro de todos os requisitos, regras de negócio e prioridades das entregas e que todos conheçam esse registro, chamado de backlog do produto. É quem detém o conhecimento de negócio, quem faz a ponte com o mercado e com os clientes e que tem a visão do produto. Ele sabe exatamente o "quê" deve ser feito, mas não é ele que determina o "como". No que tange desenvolvimento e processos, o P.O. é apenas uma "galinha".

O Development Team são todos os outros membros do Time Scrum que não sejam o Scrum Master e o Product Owner. Entende-se que todos que contribuem para o desenvolvimento do produto sejam chamados de desenvolvedores (developers), não importando os seus cargos ou skills individuais. É importante que o time tenha tantos desenvolvedores quanto necessário para fazer a entrega acontecer, mas não muitos a ponto de prejudicar o processo, que prescreve entre 3 e 9 desenvolvedores por time. No que tange a tecnologia e o desenvolvimento do produto, os desenvolvedores são os "porcos". No entanto, cabe a eles seguir o processo prescrito pelo Scrum Master e as prioridades definidas pelo Product Owner, assuntos nos quais os desenvolvedores são "galinhas".

É importante salientar que não existe uma hierarquia prevista pelo framework. Cada papel possui uma responsabilidade bem definida que contribui para a entrega bem sucedida do projeto e só. Cada um fazendo a sua parte com excelência produzirá o resultado desejado.

Nos próximos artigos vamos seguir conhecendo os outros elementos do framework Scrum, até que tenhamos um conhecimento básico do mesmo e possamos nos aprofundar em alguns tópicos que tragam mais clareza ao modus operandi do mesmo. Até lá!

 

 

 

Sobre o Autor

 

luizfernandoduartejunior

Agile Coach no Agibank, autor do blog LuizTools e programador nas horas vagas.

Autor dos livros:

 

 

 

 

 

Login

Project Together

Quer ajudar e ser ajudado alcançando seus objetivos individuais Compre meu livro e Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. avisando que quer participar do Project Together