Princípios do gerenciamento de projetos

.

Por que os princípios são importantes

Os princípios do gerenciamento de projetos orientam o trabalho da equipe para lidar com diferentes situações no projeto. Eles servem para qualquer tipo de projeto e qualquer abordagem de desenvolvimento de projetos. Eles são conectados e interagem entre si.

Um exemplo de princípio que adoto na minha vida

e que recomendo pra você – Scrum Master, Gerente de Projetos e Time de Desenvolvimento.

Fale sempre a verdade

Esse é um princípio que adotei na minha vida desde a minha infância graças aos sábios conselhos dos meus pais.

MInha mãe sempre dizia: “Mentira tem perna curta”.

Esse princípio me orienta e deixa minha vida muito melhor.

As pessoas que me conhecem sabem que sou incapaz de mentir, mas, faço isso por estar convencido que seguir esse principio traz ótimos resultados:

  • Tenho credibilidade – as pessoas confiam em mim;
  • Tenho relações mais verdadeiras;
  • Menos ansiedade – mais serenidade: quando as pessoas mentem, no geral, elas ficam ansiosas, preocupadas se serão descobertas;
  • Não perco tempo inventando mentiras. A verdade é sempre mais fácil de lembrar.

Ressalvas:

(*) E apesar de recomendar sua adoção, esse princípio, em algumas situações gerará impactos negativos. Importante que você tenha consciência disso e entender que podem existir exceções na sua adoção.

(*) Para certas profissões como a de gerente de projetos e de Scrum Master, a credibilidade acaba sendo mais importante do que outras.

Os 12 Princípios do gerenciamento de projetos do Guia PMBOK

1-Administração

Seja um administrador diligente, respeitoso e atencioso

Esse princípio orienta a importância de ter amor a cada entrega do projeto, de zelar para que cada atividade do projeto seja bem feita, em conformidade com as diretrizes e políticas da organização e com os aspectos externos, como os regulatórios, ambientais e de sustentabilidade.

2-Equipe

Crie um ambiente colaborativo para a equipe de projeto

Acredito que este seja um dos princípios mais estratégicos nesse momento que estamos vivendo. Pessoas trabalhando de forma remota, onde a produtividade da equipe faz toda a diferença no resultado final é necessário um ambiente de colaboração, onde as pessoas se sintam estimuladas a colaborar umas com as outras através de uma plataforma com tecnologia adequada e amigável para compartilhar suas opiniões, debateram de modo a chegarem a um consenso sempre de forma fácil e inteligente.

3-Partes interessadas

Envolva-se de fato com as partes interessadas

Enfatiza a importância de escutar as partes interessadas e atuar no sentido de atende-las sempre que possível. Uma causa comum de fracasso ou desvio em projetos é uma parte interessada que não foi ouvida e acaba sendo resistente em relação as entregas do projeto. A escuta empática é uma habilidade que deve ser desenvolvida e valorizada na equipe de modo a gerar entregas que geram mais valor para os clientes e um maior engajamento dos envolvidos durante todo o projeto.

4-Valor

Enfoque no valor

O valor a ser entregue deve ser percebido pelos usuários das entregas do projeto e deve ser validado.

Não adianta entregar um projeto no prazo e no orçamento se ele não gera valor para a organização e seus clientes.

5-Pensamento sistêmico

Reconheça, avalie e reaja às interações do sistema

Os princípios e os domínios de desempenho se integram, se complementam e interagem entre si e com o ambiente interno e externo à organização.
Essas interações são dinâmicas e são impactadas de acordo com as mudanças no ambiente interno e externo ao projeto e à organização. O pensamento sistêmico contribui para que esses impactos sejam reconhecidos de forma rápida, e que ações corretivas e preventivas sejam tomadas quando necessárias.

6-Liderança

Demonstre comportamentos de liderança

Enfatiza a importância de cada membro do projeto se sinta responsável pelas entregas do projeto como um todo. A equipe deve ser estruturada baseada nesse princípio oferecendo as condições adequadas para que cada membro possa liderar quando necessário e sempre no sentido de agregar valor ao projeto. Deve ter o que eu chamo de dor de dono. .

7-Tailoring

Faça a adaptação de acordo com o contexto

Tailor se traduzido do inglês quer dizer alfaiate, e foi mantido para enfatizar a necessidade de adaptar na “medida certa” de acordo com as condições de cada projeto. Cada projeto é único e o princípio de Tailoring reforça a necessidade de adaptar a abordagem ou o framework para o desenvolvimento do projeto a essas condições.
Essa adaptação é contínua conforme essas condições vão mudando ao longo do projeto.
O framework deve ser criado permitindo que essas adaptações sejam simples e eficazes.

8-Qualidade

Inclua qualidade nos processos e nas entregas

Construa Qualidade nos Processos e Entregas.

Envolve determinar critérios de aceitação tanto nos processos quanto nas entregas e formas de avaliar sua conformidade.

9-Complexidade

Navegue na complexidade

Quanto maior o número de interações no projeto, maior sua complexidade.

Todos precisam estar cientes da complexidade e como ela pode afetar o projeto, além de identifica-la e adaptar-se agilmente aos seus impactos de modo a manter as entregas do projeto.

10-Risco

Otimize as respostas aos riscos

Necessário estar ciente dos riscos do projeto, qual sua probabilidade e como o risco pode impactar o projeto.

O principal objetivo é explorar as oportunidades e minimizar a exposição as ameaças.

11-Capacidade de adaptação e resiliência

Adote a capacidade de adaptação e resiliência

Resiliência é a habilidade de absorver impactos e se recuperar agilmente.

Quanto maior a capacidade de adaptação e a resiliência, maior a probabilidade de enfrentar com sucesso os obstáculos do projeto.

12-Mudança

Aceite a mudança para alcançar o futuro estado previsto

Cabe a equipe entender as necessidades da mudança e aceita-la quando ela gerar um resultado melhor no futuro.

Referências Bibliográficas

PMI - PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. Guia PMBOK®: Um Guia para o Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos, Sétima edição, Pennsylvania: PMI, 2021. 

PMI - PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. A Guide to the Project Management Body of Knowledge and the Standard for Project Management, 7th Edition, Pennsylvania: PMI, 2021.

MONTES, Eduardo. Modelos, métodos e artefatos de projetos, 1ª Ed., Editora Senac São Paulo, 2022.

Compartilhar :

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?