ARTIA

Escritório de Projetos

O maior e melhor conteúdo gratuito de gerenciamento de projetos do Brasil

Quem são as Partes interessadas? (Stakeholders)

Segundo Montes & Patz (2017), as partes interessadas (também conhecidas pelo termo inglês, stakeholders) são os indivíduos e as organizações ativamente envolvidos no projeto, ou seja, quem se interessa por ele. Podem ser positivamente ou negativamente afetados com a sua execução e podem influenciar o projeto e/ou seu resultado. O projeto irá atender necessidades das partes interessadas e elas, por sua vez, são responsáveis por desempenhar o papel acordado para atender o objetivo do projeto.

Por exemplo, os integrantes da equipe contratada para trabalhar no seu projeto. Eles receberão uma remuneração pelos serviços prestados e, portanto, serão beneficiados, podem ter outros interesses como aprendizado, carreira e atender necessidades pessoais de estabilidade financeira. Em contrapartida, a sua motivação afetará a qualidade dos serviços prestados que impactará diretamente nos resultados do projeto. O Gestor Funcional de uma área de negócios pode ser beneficiado com o projeto pela redução de retrabalho, por permitir que sua equipe desenvolva outras atividades, pode ter uma possibilidade de melhoria na carreira na empresa, outros podem perceber esta mesma redução de trabalho como possível perda de poder, cada qual irá atuar no projeto de acordo com o nível de impacto que perceber e exercerá seu poder e influência a favor ou contra o projeto na medida desta percepção.

De forma geral, as partes interessadas mais importantes do projeto são:

  • Clientes do projeto: o projeto atenderá suas necessidades; os produtos e serviços feitos no projeto são construídos para atender as necessidades dos clientes. Portanto, entendê-las é fundamental para o sucesso do projeto. Podemos classificar os clientes em diferentes posições:
    • Área de Negócio que está demandando o projeto e, portanto, definindo e aprovando seus requisitos;
    • Usuários finais que irão trabalhar com o produto do projeto e fazem parte da operacionalização do resultado;
    • Clientes da empresa que irão se beneficiar com novas funcionalidades ou soluções disponíveis;
    • Comunidade de modo geral, não podemos deixar de considerar que no mundo conectado em que vivemos a imagem da empresa e dos seus produtos deve ser cuidada e preservada;
  • Patrocinador: quem está financiando o projeto. Pode ser uma ou mais pessoas físicas ou jurídicas (empresas). Ele é importante por viabilizar seu projeto com os recursos financeiros, porém, deve-se ressaltar que seu projeto deve atender as necessidades dos seus clientes através dos produtos e/ou serviços que ele gera. O papel do patrocinador ativo vai além de financiar o projeto; ele envolve-se em todas as decisões relevantes para que o projeto atinja seus objetivos estratégicos;
  • Gerente de projeto: quem faz a gestão e orquestra todas as partes interessadas de modo a alcançar os objetivos do projeto;
  • Equipe do Projeto: todos os responsáveis por atividades precisam estar motivados e alinhados com os objetivos do projeto. A equipe do projeto também tem ramificações:
    • Dedicação total, núcleo permanente: são aqueles que irão participar do início ao fim do projeto;
    • Dedicação parcial: envolvidos em fases do projeto;
    • Participantes fixos de diversas áreas de acordo com a natureza e complexidade de seu projeto;
  • Fornecedores internos e externos, que irão interagir com o produto do projeto;
  • Outras, como o PMO, gerente responsável pelo Escritório de Projetos.

As partes interessadas muitas vezes têm mais de uma função e o gerente do projeto deve identificar isso e tratá-las de forma distinta. Por exemplo, o patrocinador pode também ser cliente, e você, como gerente do projeto, deve atender suas necessidades como cliente e como patrocinador de modo a manter as partes interessadas engajadas. 

 

Quais são os interesses das partes interessadas?

Segundo Montes & Patz (2017), cada parte interessada tem um interesse específico, alguns dos interesses podem ser comuns entre mais de uma parte interessada, e outros podem ser conflituosos. Por exemplo, um gestor deseja incluir uma nova funcionalidade no produto que irá deixá-lo mais caro, porém diferenciado no mercado e mais atrativo para o consumidor, e outro gestor não quer incluir essa funcionalidade, pois demandará um trabalho operacional maior, exigindo mais recursos e entende que deixar o produto mais barato pode ser de mais interesse para o consumidor, no momento atual. Entender os interesses das pessoas envolvidas e priorizá-los de forma a agregar maior valor ao produto do projeto, transformando-os em colaboradores ativos é fator crítico para o sucesso de qualquer projeto.

Veja abaixo a tabela 2.1 Partes interessadas e seus interesses mais comuns disponibilizado por Montes & Patz (2017).

Parte interessada

Interesses ou Expectativas mais comuns

Clientes

Produto mais barato com maior qualidade, mais funcionalidades. Obter mais recursos com menor custo;

Fornecedores

Maior lucro. Faturar valor maior em relação aos produtos e serviços vendidos para o projeto com o menor custo possível, simplificar os serviços oferecidos para reduzir custos;

Executivos

Visibilidade; redução de custos; aumento de desempenho; crescimento da empresa; aumentar poder, promoção;

Time do Projeto

Reconhecimento; excelência técnica, aprendizado; autonomia; Interesses individuais: carreira, promoção, bom salário, qualidade de vida;

Gerentes Funcionais

Cumprir suas metas; não compartilhar seus recursos; menos stress e pressão; manter controle;

Gerente do projeto

Ser reconhecido e recompensado pela sua capacidade de integrar as pessoas e gerar as entregas com qualidade; cumprir os objetivos do projeto;

PMO

Capacitar os gerentes de projetos transformando-os em pessoas chaves na organização e ser reconhecido por isso;

Envolvidos e Afetados pelo projeto

Saber fazer o trabalho; manter sua qualidade de vida; manter seu emprego; serem ouvidos.

 

 

Quem são as partes interessadas mais críticas?

Segundo Montes & Patz (2017), os recursos são limitados nas organizações e no projeto, e quanto mais escassos, mais cruciais para o resultado do projeto. Gestores com poder de alocação sobre recursos críticos dos projetos e decisões estratégicas e táticas, tais como aquelas que envolvem escopo (aqueles que têm poder de veto) ou alocação de investimento e pessoas são fundamentais para o sucesso do projeto e devem ser monitorados de perto. Também são extremamente relevantes:

  • Responsáveis por especificar os produtos e serviços a serem criados pelo projeto;
  • Gerentes funcionais responsáveis por parte da equipe do projeto;
  • Patrocinador.

O Patrocinador desempenha papel estratégico, principalmente, para ajudar na resolução dos conflitos, e atuar para reduzir ou mitigar as resistências dos envolvidos no projeto. Abaixo algumas das habilidades mais importantes dos patrocinadores executivos:

  • A capacidade de influenciar partes interessadas;
  • A capacidade de trabalhar entre grupos diferentes de partes interessadas para encontrar soluções ganha-ganha;
  • Liderança;
  • Tomada de decisões; e
  • Comunicação eficaz.

Na análise de risco de projetos, a participação do patrocinador sempre é apontada como um fator determinante para o sucesso. Ultimamente se observa que o patrocínio de alta qualidade tem sido um recurso finito. A demanda por patrocinadores executivos está aumentando, mas sua disponibilidade é fisicamente limitada. Em muitas organizações, os patrocinadores estão sobrecarregados em seus portfólios de projeto, o que logicamente leva a uma concorrência por atenção, que está comprometida num nível não ideal, por sua vez impactando o andamento e os resultados. Esta situação exige do gerente de projeto uma capacidade de comunicação eficaz, entendendo claramente quais são os principais interesses do patrocinador e como despertar a atenção para aquilo que é efetivamente relevante sua intervenção ou decisão.

 

Referências Bibliográficas

MONTES, Eduardo; PATZ, Fatima. Gerenciamento das partes interessadas: Como engajar as pessoas em seus projetos, 1ª Ed. São Paulo; 2017

MONTES, Eduardo. Introdução ao Gerenciamento de Projetos, 1ª Ed. São Paulo; 2017.

PMI - PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. Guia PMBOK®: Um Guia para o Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos, Sexta edição, Pennsylvania: PMI, 2017.

 

 

Sobre o Autor

 

eduardo

Eduardo Montes, PMP

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fundador e PMO da https://escritoriodeprojetos.com.br que possui o melhor e mais completo conteúdo gratuito sobre gerenciamento de projetos do Brasil e apoia na capacitação de 70.000 usuários

Mais de 300 projetos entregues somando R$19 bilhões em investimentos

Especialista em Escritório de Projetos, Gestão de Portfólio de Projetos e na capacitação de Gerentes de Projetos

PMP certificado desde 2005 quando iniciou sua atuação como PMO e implantou e gerenciou vários Escritórios de Projetos

Mestrado em Administração de Empresas pela EAESP-FGV

MBA Exchange pela University of North Carolina at Chapel Hill

Bacharelado em Ciência da Computação pela UFSCar

Minha missão é capacitar as pessoas e as empresas a terem sucesso em seus projetos. Saiba mais...

Autor dos Livros da série escritoriodeprojetos.com.br:

 

Para mais informações, visite meu perfil e me envie uma mensagem  ou entre em contato comigo via Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.),  LinkedinFacebook ou WhatsApp.

 
 
 
 

Login

Faça a diferença nos projetos

Adquira o livro acima por R$9,99 e saiba como

Saiba mais Gestão das partes interessadas

Bibliografia recomendada

MONTES, Eduardo; PATZ, Fatima. Gerenciamento das partes interessadas: Como engajar as pessoas em seus projetos, 1ª Ed.; 2017.
MONTES, Eduardo. Introdução ao Gerenciamento de Projetos, 1ª Ed.; 2017.
PMI. Guia PMBOK®: Um Guia para o Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos, Sexta edição, 2017.

Fundamentos das partes interessadas

Processos Gerenciamento das partes interessadas

Entradas e Saídas dos Processos do Guia PMBOK®

Ferramentas para gerenciar as partes interessadas

Metodologia PMO

Modelos/Templates de Gerenciamento de Projetos

Artigos sobre gerenciamento das partes interessadas

Grupos de interesse em projetos

Quer engajar as pessoas em seus projetos? Livro + Kit p/ R$ 9,90