Registro dos Riscos

.

Registro dos Riscos

Fundamental registrar os riscos pois, como diria a lei de Murphy, “Se alguma coisa pode dar errado, com certeza dará”.

O registro dos riscos é feito principalmente, no processo Identificar os riscos, mas, é sempre revisado de acordo com a criação de novos planos.

Por exemplo: Sempre se identifica riscos específicos em relação ao serviço a ser contratado, quando cria-se o plano de gerenciamento de aquisições.

Ele é atualizado conforme os outros processos de gerenciamento dos riscos (análise qualitativa, quantitativa, planejar as respostas aos riscos e monitorar e controlar os riscos) são conduzidos, resultando em um aumento no nível e no tipo de informações contidas no registro dos riscos ao longo do tempo.

Processos relacionados:

Saída de:

Veja também

Exemplos de Projetos:

Templates/Modelos:

 

Referências bibliográficas

MONTES, Eduardo. Introdução ao Gerenciamento de Projetos, 1ª Ed. São Paulo; 2017.

PMI - PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. Guia PMBOK®: Um Guia para o Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos, Sexta edição, Pennsylvania: PMI, 2017.

Dias, F. R. T. Gerenciamento dos Riscos em Projetos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014

 

 

 

 

 

 

 
 

Compartilhar :

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?