Guia PMBOK 7a Edição

O que mudou na sétima edição do Guia PMBOK

De Grupos de Processos e Áreas de Conhecimentos para Domínios de Desempenho

Não teremos mais nossos cinco Grupos de Processos e também nossas dez Áreas de Conhecimento que foram "substituídos" pelos domínios de desempenho.

Os domínios de desempenho já são adotado em outras guias de melhores práticas do PMI como o de Gerenciamento do Portfólio que está na sua quarta edição.

Princípios com foco em resultados

A inclusão de princípios direciona o gerente do projeto na condução dos seus projetos com foco maior nos resultados do que nas entregas.

O uso de princípios foi adotado com muito sucesso nos métodos ágeis através do Manifesto ágil (Conheça seus 12 princípios em agilemanifesto.org).

De processos e suas saídas para atividades e seus resultados

De 49 processos do Guia PMBOK® Sexta Edição que transformam (Processam) 239 entradas em 181 saídas para atividades com resultados desejados.

De referência detalhada para direcionador

Outro ponto que me chamou muito a atenção foi a quantidade de páginas que podem ser verificadas no site da Amazon comparando as duas versões em Inglês.

 

Veja abaixo todos os artigos sobre o Guia PMBOK 7.

 

Guia PMBOK setima edicao

O PMI disponibilizou a versão em português da sétima edição do Guia PMBOK de forma exclusiva para membros do PMI. Clique aqui para baixar de forma gratuita se for membro do PMI.  

Reunião para analisar o status dos riscos existentes e avaliar novos. A reavaliação de riscos pode resultar em:

  • Identificação de novos riscos,
  • Reavaliação dos riscos atuais e
  • Encerramento dos riscos que não estão mais vigentes.

 Na reunião pode ser avaliado a vigência do risco, o status atual de seus atributos como probabilidade e impacto, além das respostas aos riscos verificando se elas continuam efetivas ou se devem ser alteradas.

 

 

 

Sobre o Autor

eduardo

Eduardo Montes, PMP, PSM I

Fundador e PMO da escritoriodeprojetos.com.br que possui o melhor e mais completo conteúdo gratuito sobre projetos do Brasil e apoia na capacitação de 70.000 usuários.

Entregou 443 projetos, implantou 15 Escritórios de Projetos e ministrou 116 cursos sobre gestão de projetos.

Especialista em Escritório de Projetos, Gestão de Portfólio de Projetos e na capacitação de Gerentes de Projetos.

Certificado PMP desde 2005 & PSM I pelo Scrum.org.

Mestrado em Administração de Empresas pela EAESP-FGV.

MBA Exchange pela University of North Carolina at Chapel Hill.

Bacharelado em Ciência da Computação pela UFSCar.

Missão de capacitar as pessoas e as empresas a terem sucesso em seus projetos.

Autor dos Livros da série escritoriodeprojetos.com.br:

Entre em contato Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou conecte-se no meu LinkedinFacebook ou Instagram.

As reuniões de planejamento e análise tem como objetivo desenvolver ou analisar um plano e garantir o comprometimento dos envolvidos.

Premissa do projeto

As premissas são fatores considerados verdadeiros sem prova para fins de planejamento. Se elas não forem cumpridas, o seu planejamento será impactado.

As restrições são limitações impostas a equipe do projeto que podem afetar o desempenho da equipe no projeto e não podem ser violadas, portanto, devem ser respeitadas e devidamente analisadas e tratadas.